Conheça os 12 PONTOS IMPORTANTES que devem conter no Site para Atendimento Online

por | Atendimento Online, Blog | 0 Comentários

Sem sobra de dúvida, cada vez mais vem crescendo o número de sites cadastrados no CFP, habilitando o psicólogo oferecer seu atendimento Online. As razões para isso, pode ser pelo o fato, por ser uma modalidade que oferece uma gama de benefícios tanto para psicólogos, assim como para seus clientes.

Você poderá saber mais sobre este assunto através deste artigo postado na semana passada, clique aqui para acessar.  Hoje quero compartilhar com você o que é necessário para ter o seu site para Atendimento Online de acordo 100% de acordo com as diretrizes da Resolução CFP nº11/2012.

A primeira coisa a fazer é ter um  domínio exclusivamente para este fim, por exemplo: www.suapsicologaonline.com.br, www.joaopedroorientacoesonline.com.br e etc… e submetê-lo no setor responsável de cadastramento de site do CFP – http://cadastrosite.cfp.org.br/cadastro/  para ser avaliado, a fim de receber o selo de aprovação que lhe autorize exercer esta forma de atendimento.  O prazo para aprovação do site, onde irá receber este selo, pode levar uma média de 70 a 90 dias.

Durante este período, conforme disse anteriormente, são analisados vários pontos importantes que devem estar alinhados de acordo com as exigências do CFP. Caso um ou mais destes pontos não constar ou por algum outro motivo qualquer que não estejam de acordo com o que é exigido, o setor responsável, enviará para o psicólogo, um email com todas os apontamentos necessários para adequação do site. Após ter realizados estas mudanças, o psicólogo deverá informar para o setor responsável para dar continuidade no processo de avaliação.

Afim de minimizar esta possibilidade de interrupção para a adequação do site – o que poderá postergar ainda mais o recebimento do Selo de Aprovação. Conheça abaixo os 12 principais pontos  que devem conter no site para atendimento psicológico online.

  • Site exclusivo com domínio próprio: O profissional deverá manter site exclusivo para a oferta dos serviços psicológicos na internet com registro de domínio próprio mantido no Brasil e de acordo com a legislação brasileira para este fim;
  • Nome e o número do registro da(o) psicóloga(o) Responsável Técnica(o) pelo atendimento oferecido, bem como de todas(os) as(os) psicóloga(os) que forem prestar serviço por meio do site, em caso de ser uma plataforma de atendimento online;
  • Código de Ética Profissional da(o) psicóloga(o): É direito do usuário ter acesso ao Código de Ética Profissional do Psicólogo. A Comissão recomenda que o link de acesso ao Código de Ética seja proveniente do site do Conselho Federal de Psicologia para que os usuários possam ter conhecimento das possíveis alterações nesse documento: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo_etica.pdf;
  • Link para o site do Conselho Regional de Psicologia no qual a(o) psicóloga(o) está inscrita(o) e para o site do Conselho Federal de Psicologia no qual consta o cadastro do site: É aconselhável que os links de acesso aos sites dos órgãos reguladores e fiscalizadores da Psicologia estejam disponibilizados aos usuários para outras informações.
  • Link para o CFP – Conselho Federal de Psicologia
  • IMPORTANTE LEMBRAR: O site a ser cadastrado não poderá conter links para nenhum outro lugar, tipo, sites de parceiros, blog, redes sociais e etc. 
  • Informações sobre sigilo e sobre vulnerabilidade do meio eletrônico: Os usuários devem ser informados que a(o) psicóloga(o) tem a obrigatoriedade de guardar sigilo sobre os atendimentos, conforme o Código de Ética Profissional do Psicólogo e devem ser alertados que o meio eletrônico não é confiável. É dever da(o) psicóloga(o) tomar precauções e adotar procedimentos técnicos que garantam o sigilo da comunicação e que reduzam a vulnerabilidade do meio eletrônico e solicitar aos clientes que façam o mesmo. Deve, a(o) psicóloga(o) deixar claro que os serviços mediados por computadores não podem ser considerados como tecnicamente sigilosos e seguros. Cabe também à(ao) psicóloga(o) informar sobre as tecnologias e softwares utilizados para o atendimento;
  • Descrição clara dos serviços que serão realizados por meio tecnológico de comunicação a distância;
  • Número máximo de encontros permitidas de acordo com a Resolução CFP n° 11/2012:Considerando que os serviços psicológicos mediados pelo computador têm a característica de ser breve e focal, o Conselho Federal de Psicologia tem adotado para o processo o número máximo de 20 encontros;
  • Público Alvo e autorização para menores de 18 anos: O(a) psicóloga(o) deve especificar no site o público alvo, ou seja, a quem a orientação on-line se destina. Em caso de atendimentos para menores de 18 anos, deixar claro que é necessária autorização dos pais e/ou responsável;
  • Informações sobre a(o) psicóloga(o) responsável pelo atendimento: É direito do usuário saber que está sendo atendido por um profissional da área de Psicologia, que está cadastrado no respectivo conselho. Assim, é necessário que no site contenha de modo visível o mini-currículo da(o) psicóloga(o);
  • Contatos (endereço, telefone, e-mail): Pede-se que constem no site dois tipos, no mínimo, de contatos da(o) psicóloga(o).

Bem, esses são os principais pontos de análise para aprovação do site que irá atuar como serviço de atendimento online.

Se você pretende agregar esta modalidade de atendimento, não deixe que estas informações faltem no seu site, ou se preferir, poderá solicitar os nossos MODELOS PRONTOS PROFISSIONAIS para Atendimento Online. Todo conteúdo já foi pensado, estando 100% alinhado com o que é exigido pelo o CFP.  Clique aqui para acessar nossa loja virtual. 

Até o próximo post!

Bibliografia: Resolução CFP n° 11/2012 e CARTILHA SISTEMA DE CADASTRO DE SITES Serviços psicológicos online: